O NOVO vem atraindo cada vez mais adeptos por representar uma nova filosofia política, que chegou para lutar por um Brasil sem privilégios, sem corrupção e com oportunidades para todos. Nesta campanha eleitoral, o nome de João Amoêdo vem ganhando força por suas propostas que defendem um governo mais justo e responsável, mesmo com o tempo curtíssimo no horário eleitoral gratuito e sem a oportunidade de participar de debates.

Apesar de o NOVO já ser uma realidade, boa parte do eleitorado acha que o partido é apenas teoria. Isso se deve pela falta de representantes no Congresso Federal e nas Assembleias Legislativas estaduais – o que deve acabar a partir de 2019 – mas, sobretudo, por desconhecimento do que já está sendo feito de fato na esfera municipal.

A legenda concorreu pela primeira vez em 2016, elegendo quatro vereadores, um em cada uma das quatro maiores capitais do país. Em São Paulo, a Janaína Lima foi quem assumiu essa responsabilidade e vem exercendo um mandato responsável, participativo e econômico. Ao analisar o trabalho realizado pela vereadora, o eleitor pode perceber exemplos práticos de como João Amoedo e os deputados do NOVO podem ajudar o país.

Conheça a relação entre as propostas do João e as realizações da Janaína para as seguintes questões:

Transparência

Um dos pilares do plano de governo de João Amoêdo é o equilíbrio das contas públicas. Isso só acontece após uma reforma previdenciária e corte de gastos e de privilégios, além do aumento da arrecadação, por meio de privatizações e revisão de desonerações fiscais. A austeridade e a transparência são agentes fundamentais no combate à corrupção. Em São Paulo, o mandato de Janaína economizou mais de R$ 2 milhões em um ano e meio, cortando privilégios, reduzindo custos do gabinete e tratando as despesas com consciência. A prestação de contas é indispensável e exclui qualquer chance de desvios de verba pública. Da mesma forma que Amoêdo pretende dispensar palácio e cartão corporativo, Janaína renunciou em seu primeiro dia como vereadora o uso de carro oficial e motorista particular, além de utilizar um terço do número de assessores a que tem direito, provando que é possível fazer mais com menos.

Economia

João Amoêdo acredita que o caminho de saída dos brasileiros da pobreza é por meio da educação, geração de renda, criação de empregos e de oportunidades iguais para todos. Uma das prioridades é fomentar o empreendedorismo, e a desburocratização na abertura de empresas é um importante fator para esta finalidade. Em São Paulo, a vereadora é autora da Lei nº 16.944 de 2018, que institui aulas de educação financeira e empreendedorismo nas escolas municipais, e do Projeto de Lei (PL) 29/2017, que vai possibilitar ao empreendedor abrir uma empresa em apenas 72 horas, processo que hoje leva em média 80 dias. Além disso, ela está à frente de um projeto que vai criar espaços de coworking públicos em instalações municipais, a começar pelo seu próprio gabinete.

Educação básica

Educação básica é prioridade no plano de governo do NOVO. A proposta de Amoêdo é alocar mais recursos federais para expansão do acesso ao ensino infantil e creches, com prioridade para crianças em situações de pobreza e extrema pobreza, vulnerabilidade social e riscos ao desenvolvimento. Em São Paulo, o primeiro PL de Janaína Lima foi pela criação do Plano Municipal pela Primeira Infância, que deu origem à Lei nº 16.710 de 2017 e está desenvolvendo, em conjunto com o poder público, sociedade civil e os próprios munícipes, um marco legal de políticas públicas integradas para garantir os direitos das crianças de zero a seis anos nas áreas da Educação, Saúde, Assistência Social e Saneamento Básico.

Eficiência

Um Estado menor e mais eficiente também é uma das bandeiras de João Amoêdo. Em seu plano de governo são previstas parcerias, concessões e privatizações para melhorar toda a infraestrutura do país. Também é meta obter superávit e reduzir a dívida pública para recolocar o Brasil no caminho do crescimento. Janaína tem dois projetos de leis aprovados em primeira votação que visam a desburocratizar a cidade de São Paulo: o PL 472/2017 autoriza a Prefeitura a realizar acordos judiciais para acelerar processos e reduzir a dívida pública com precatórios. Já o PL 30/2018 possibilita que cidadãos, ONGs e empresários possam contribuir com a melhoria e manutenção de espaços públicos de forma voluntária, desafogando a prefeitura em questões de zeladoria, uma das maiores demandas da administração municipal.

Outras ações

Além dessas leis e projetos, ainda existem várias outras ações do gabinete da Janaína Lima que promovem uma São Paulo mais econômica, acessível e sustentável, como o programa Embaixadores da Mudança, coautoria em projetos anticorrupção, participação ativa no plano municipal de desestatizações e, principalmente, posicionamentos firmes nas votações contra projetos que aumentam privilégios e bonificações a servidores. A prestação de contas ao eleitor sobre cada atividade está registrada em seu site e nas redes sociais.

Janaína Lima é a prova real de que é possível fazer uma nova política, com transparência, austeridade, inovação e respeito ao cidadão. João Amoêdo e os deputados federais e estaduais do NOVO ampliarão essa realidade a partir de 2019, com a formação de bancadas no Legislativo. Para isso, contamos com a sua ajuda! Somente o NOVO é novo! Vamos fazer mais com menos! Vote na Onda Laranja, vote 30!